Slide

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Cinco maiores poetas da música brasileira


Poesia x Música


           Há muito em comum entre estas duas artes criativas. Uma letra de música não deixa de ser uma poesia, só que respeita as cadências da respectiva melodia.
         Escrever uma letra de música é similar a escrever um poema de formas fixas (como o soneto, por exemplo), onde você deve encaixar as sílabas fortes e fracas das palavras conforme a métrica do verso e conforme o número de sílabas.
          Quando o compositor se depara com a melodia, seja ela já pronta, seja ela em uma construção conjunta com a letra, o dilema é o mesmo. As palavras devem se encaixar conforme as notas mais graves e agudas da música, acompanhando a chamada prosódia da frase musical.


Os tipos de letra


          Se retirarmos a melodia, a letra da música vira um poema.  Há letras boas e ruins, claro. Eu costumo dividir em três casos.
           O primeiro caso é aquele onde a letra, por si só, é fraca e só funciona com o apoio da melodia. Nestes casos, a música acaba carregando a letra nas costas, dispensando que esta precise ser uma boa poesia.
        No segundo caso, há a qualidade igual entre melodia e letra. A letra é boa, mas funciona ainda melhor com a melodia a acompanhando. É um belo casamento!
           Já o terceiro caso ocorre quando a letra é tão fantástica, tão poética, tão fenomenal, que nem precisaria da melodia. Sozinha, ela já é grande. A musicalidade das palavras escolhidas já faz o papel do som. É nesta categoria que estão os escolhidos da minha lista.

Sobre a escolha da lista


        Eu já tinha uma lista na cabeça, mesmo assim fiz uma pequena pesquisa para me certificar que não esqueceria nenhum grande letrista.
          Como já disse em colunas anteriores, listas são complicadas pela subjetividade. Este é o meu TOP5 e fatalmente vou deixar de fora o letrista preferido de alguém. Não me matem! Aproveitem os comentários para postar o seu preferido que ficou fora da lista ou corroborar minhas escolhas.

           Vamos a ela!

5 – Cazuza

        Cazuza partiu cedo, mas deixou uma marca que vai perdurar por décadas, séculos, milênios. Era um garoto problema, rebelde, egocêntrico, mas com uma caneta nas mãos, foi capaz de escrever letras inesquecíveis, tanto no Barão Vermelho quanto na carreira solo. Compôs inesquecíveis letras em sucessos como Brasil, Exagerado, Pro dia nascer feliz, Codinome Beija-flor, etc.




Disparo contra o sol
Sou forte, sou por acaso
Minha metralhadora cheia de mágoas
Eu sou o cara
Cansado de correr
Na direção contrária
Sem pódio de chegada ou beijo de namorada
Eu sou mais um cara

Mas se você achar
Que eu tô derrotado
Saiba que ainda estão rolando os dados
Porque o tempo, o tempo não para
(O tempo não para – Cazuza e Arnaldo Brandão)

4 – Caetano Veloso

                Linda canções, com uma originalidade capaz de fundar a histórica Tropicália. Um dos maiores expoentes da MPB no exterior, aclamado por onde passa. Caetano continua produzindo canções e subindo nos palcos. Recentemente, fez uma turnê belíssima com o parceiro de toda a vida, Gilberto Gil. É autor de sucessos antológicos, como Sampa, Alegria Alegria, Você é Linda, Podres Poderes, etc



Onde queres o ato, eu sou o espírito
E onde queres ternura, eu sou tesão
Onde queres o livre, decassílabo
E onde buscas o anjo, sou mulher
Onde queres prazer, sou o que dói
E onde queres tortura, mansidão
Onde queres um lar, revolução
E onde queres bandido, sou herói.
(O quereres – Caetano Veloso)


3 – Vinicius de Moraes

                Vinicius migrou da poesia para a música, o que ajuda a explicar suas letras tão poéticas. É dono da letra mais famosa do Brasil no em todo o mundo, Garota de Ipanema, feita com o maior parceiro, Tom Jobim. São dele também letras de grandes clássicos, como Pra sempre vou de amar, A felicidade, Berimbau, Chega de Saudade, etc



Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe a distância não existe
Que todo grande amor só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer
Pois todos os caminhos me encaminham pra você
Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim, eu não existo sem você
(Eu não existo sem você – Tom Jobim e Vinicius de Moraes)

2 – Renato Russo

                Renato Russo foi a voz de toda uma geração. Líder da banda Legião Urbana, fez as letras mais fabulosas do rock brasileiro. Ele foi capaz de falar sobre tudo. Amor em uma época de banalidade. Política em uma época de repressão. Sua genialidade nos deu clássicos como Eduardo e Monica, Faroeste Caboclo, Tempo Perdido, Será, Geração Coca-cola, etc




Tua tristeza é tão exata
E hoje o dia é tão bonito
Já estamos acostumados
A não termos mais nem isso

Os sonhos vêm e os sonhos vão
O resto é imperfeito

Disseste que se tua voz tivesse força igual
À imensa dor que sentes
Teu grito acordaria
Não só a tua casa
Mas a vizinhança inteira
(Há tempos – Renato Russo)


1 – Chico Buarque

                Eu sou suspeito pra falar do Chico. Chico Buarque é o meu herói. Nada nesse mundo me causa mais impacto do que uma música sua. Na minha opinião, é o maior letrista de todos os tempos, do Brasil e do mundo. Escreveu músicas para cinema, teatro, televisão, compôs com vários parceiros, por várias décadas. Foi a pedra no calcanhar da ditadura, ao mesmo tempo que foi a voz do amor feminino na música dos anos 60, 70 e 80. Para citar alguns dos sucessos, Construção, A Banda, O que Será, Gota d´água, Roda Viva, Anos Dourados, Apesar de Você, João e Maria, Vai Passar, etc.



Mesmo que você feche os ouvidos
E as janelas do vestido
Minha musa vai cair em tentação
Mesmo porque estou falando grego
Com sua imaginação
Mesmo que você fuja de mim
Por labirintos e alçapões
Saiba que os poetas como os cegos
Podem ver na escuridão
E eis que, menos sábios do que antes
Os seus lábios ofegantes
Hão de se entregar assim:
Me leve até o fim
(Choro Bandido – Edu Lobo e Chico Buarque)





25 comentários:

  1. Que post lindo. Vejo muita gente gente babando na cultura americana sendo que temos uma super cultura brasileira com artistas incríveis. Parabéns pelo post, ficou lindo!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Suzana, a boa música brasileira é insuperável para mim.

      Excluir
  2. Olá, eu amei a lista de poetas, com exceção do Chico, que eu não consigo criar uma ligação de jeito nenhum, todos os outros são maravilhosos.
    O Cazuza e o Renato até hoje têm letras tão atuais e tão verdadeiras que transcendem o tempo ao qual eles fizeram sucesso. E suas mortes prematuras nos deixou bem carentes de qualidade musical indiscutivelmente.
    Adorei a ideia da lista!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anastácia, apesar de discordarmos totalmente em relação ao Chico, rs, fiquei feliz que gostou da lista. Renato Russo e Cazuza continuam super atuais e são perdas irreparáveis mesmo.
      Bjs!

      Excluir
  3. Oi tudo bem!
    Primeiramente adorei seu blog,post incrível,adoro musica brasileira,sou fá do caetano veloso,cazuza né se fala,os versos são perfetos,beijinhos.
    https://alzineterodrigues.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alzinete, tudo bem e com você? São mesmo, versos perfeitos. Não tem como não considerar poesia, não é mesmo?
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi!
    Nossa, que post mais lindo! Nunca parei pra pensar nessa conexão existente entre música e poesia que me parece tão óbvia agora e agora que a visualizei sei que por um bom tempo ouvirei música de uma forma diferente, prestando mais atenção. Suas escolhas não poderiam ter sido melhores. Conheço pouco cada um desses artistas mas o pouco que conheço é suficiente pra saber que suas canções são de tocar a alma de quem as ouve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa! Obrigado pelos elogios! É ótimo ver que despertou sua vontade de ouvir música e de encontrar as poesias nessas letras.
      Beijos!

      Excluir
  5. Olá, tudo bem? Adorei o post. Nunca tinha visto um assim, e concordo com algumas escolhas mesmo. Adoro quando os poemas batem junto com a melodia e confesso que não sou nem um pouco fã de músicas com melodias boas mas letras rasas. Gostei de ver Cazuza na lista, afinal ele é um dos meus cantores favoritos. Ótimo post!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol! Tudo bem e você? Eu sou igual você neste ponto, de nada adianta uma melodia perfeita se a letra for rasa, sabe? Eu adoro Cazuza, ele não poderia faltar nessa lista.
      Beijos!

      Excluir
    2. Adoro a obra do Cazuza, ele foi um personagem importante não apenas para o Rock Brasileiro mas também para toda uma juventude atormentada pelo medo da aids, ele mostrou que mesmo doente a vida continuava e que o tempo não para, sempre vale a pena continuar, foi uma inspiração pra muitos adolescentes, pra toda uma geração que lutou até o fim, mesmo com medo, tentaram viver o melhor até o fim.

      Excluir
  6. Oi!!
    Adorei a ideia do post, adoro ouvir música e tenho praticamente todos os CDs do Caetano e Chico Buarque.
    Agora vou me preparar para o apedrejamentos, mas eu não gosto de Cazuza e Renato Russo, Renato Russo até tem acho que umas duas ou três músicas que eu gosto, mas não sou fã.
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liziane! Que bom que gostou. Eu também, viu? Tenho toda a música de Caetano e Chico, todo dia ouço um pouco.
      E não se preocupe, não há apedrejamento. É absolutamente normal os gostos serem diferentes e você não gostar de certo compositor. Eu me propus a faze ruma lista de 5 nomes, então muitos nomes ótimos ficaram de fora.
      Beijos!

      Excluir
  7. Olá! Amei o post! Gostei das observações e comparações sobre música e poesia. Quantas vezes já paramos para analisar aquela música que nos toca, e como você disse, tirando a melodia, vira poesia. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana! Verdade né...letras boas são poesia pura, não tem como separar uma da outra.
      Beijos!

      Excluir
  8. Renato Russo é um mestre!
    Ótima lista ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Ele é um mestre sim, eterno Renato Russo!

      Excluir
  9. Que post lindo, amo poesia e certamente temos muitos talentos em nosso pais. Dos selecionados em sua lista posso dizer que adoro Caetano, Vinícius de Moraes e Renato Russo. Parabéns pelo post.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Glaucia, que bom que gostou do post. Os seus 3 preferidos são incríveis mesmo, poetas da maior grandeza.
      Bjs!

      Excluir
  10. Heey, tudo bem? Adorei seu post!!!! Eu adoro nossa música, especialmente o mpb e o rock. Renato Russo e Cazuza são incríveis, assim como Caetano e Chico, e claro, Vinicius. Amei suas escolhas. Outros grandes poetas da música são Elis, Djavan e Lenine.
    Beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabrielly! Senti muito deixar de fora alguns nomes, como Djavan e Lenine, pois a lista é pequena. Só discordo em relação à Elis, só porque ela não foi compositora, então não poderia entrar aqui...mas era uma grande cantora, senão a maior de todas!
      Beijos!!

      Excluir
  11. Oi Leandro, tudo bem?
    Antes de mais nada, parabéns pela sua postagem. O tema foi criativo e a sua lista só tem grandes e inesquecíveis nomes. Concordo com todos que estão aqui citados. Cresci ouvindo esses caras e ouso dizer que o que eles faziam era poesia, e o que temos hoje como música, sequer poderia ter esse nome se comparados a essas grandes pessoas. Adorei!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila! São (ou eram) verdadeiros poetas, né? Inesquecíveis.
      Beijos!

      Excluir
  12. Que nostalgia, há muito não via alguém cita-los ou ouvia (li) alguma música deles. Gostei bastante da sua lista ❤ alguns eu me recordava, outros foram novos para mim (no caso, as canções), mas amei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Aline. Senti uma nostalgia tremenda ao escrever esta coluna também!
      Bjs

      Excluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída